08/12/2015

Devaneios da Pathy

Oieee...mais um post! Ohhhhh plac-plac-plac (palmas para mim)

Hoje eu vim aqui falar sobre "O que a gente espera do nosso processo de emagrecimento?"




















- Mais saúde e qualidade de vida?
- Um novo estilo de vida, em que a comida não tenha mais domínio sobre você?
- Não precisar se esconder dos encontros de família ou da turma da faculdade?
- Vestir uma roupa mais justa e se sentir poderosa dentro dela?
- Receber elogios do quão maravilhosa você está?
- Elevar a autoestima?
- Todas as respostas acima?


 
Sei que tem muita gente que está acima do peso e é feliz mesmo assim. Tem também aqueles que pagam de felizes e bem resolvidos e são vistos por todos como o "gordinho gente boa, divertido e amigo da galera". Contudo, infelizmente, hoje em dia, estar acima do peso é estar fora dos padrões (de beleza) e dentro do grupo de risco de doenças, como o diabetes, a hipertensão, o colesterol e tantas outras.


Nem preciso ir tão longe, pois todos (ou quase todos) conhecem um caso de superação bem próximo. Mas vamos ao André Marques: Ele sempre teve muita dificuldade para emagrecer. Já estava com a saúde bastante debilitada, com taxas elevadíssimas, quando optou pela cirurgia de redução de estômago e uma vida mais saudável. Hoje, deu a volta por cima e está em excelente forma. Lembrando que a cirurgia de redução de estômago ajuda bastante para quem já tentou emagrecer de todas as formas e não conseguiu. Mas ela, apenas, não é sinônimo de sucesso.  




 Acredito que, num primeiro momento, o padrão de beleza atual tenha pautado essa "onda" de que temos que ser todos "magros e sarados" (sarados no sentido de termos músculos mesmo!). Entretanto, olhando mais profundamente, toda essa ideologia do corpo perfeito tem levado muitas pessoas a saírem da "zona de conforto" de que "eu me aceito do jeito que sou" ou "não serei engolido pelo que a indústria midiática de que ser belo é ser magro".

O que vejo é cada vez mais pessoas optando por um estilo de vida mais saudável. Comer porcarias, se intoxicar com doces, frituras, bolachas, junkfood não está com nada! É démodé! E isso é maravilhoso! Acredito que a indústria alimentícia vai se adequar a esse novo estilo de vida das pessoas e produzir alimentos mais saudáveis e, consequentemente, uma sociedade com pessoas mais sadias também!

Na verdade, isso já vem acontecendo! É só olhar em volta e ver quantos estabelecimentos de comidas naturais/saudáveis abriram nos últimos anos na sua região. E isso é uma tendência SIM! Vem muito mais por aí! Sou muito otimista quanto a isso e acredito que, num futuro bem próximo, será muito mais fácil se adequar a um estilo de vida mais cleam.


Se aprofundarmos um pouco mais, veremos que a mudança nos hábitos alimentares da população ocorreu mesmo nos últimos 30 anos. Época em que a mulher entrou para o mercado de trabalho, passou a ter menos tempo nos afazeres de casa e a optar por alimentos mais práticos, ou seja, os industrializados! E o que acontece??? A indústria alimentícia, vendo esse nicho lucrativo, investiu mais e mais em produtos gostosos (leia-se açucar, gordura saturada, carboidrato) e viciantes, principalmente para o paladar da criançada.

    
Eu lembro que ficava muito feliz quando minha mãe voltava do trabalho e trazia alguma guloseima para mim. Os pais sempre tentam, de alguma forma, suprir a sua ausência. Eles se sentem culpados por passar tantas horas fora do lar. A minha mãe compensava me deixando feliz com essas tranqueiras como bolo de festa, salgadinhos, bolachas. Eu não via a hora dela chegar para saber o que viria dessa vez. kkkkk

Voltando para a linha de raciocínio da indústria alimentícia, tudo tem seu ciclo de início, meio e fim. Creio que já existe um ciclo em ascensão: o de uma alimentação saudável. Se você vai continuar se justificando que não será engolido pela indústria da "magreza", so sorry! Está perdendo uma excelente oportunidade de ser saudável, ter mais qualidade de vida e viver mais! 



Mais devaneios vem por aí! 


Beijosss





04/12/2015

Olha eu aqui

Olá people! Tudo bem com vocês? Comigo tudo ótimo, graças a Deus!

Sei que estou devendo (a vocês e a mim mesma!) a retomada no blog, mas vou deixar essa meta para 2016. Quero repaginar o blog e dá uma cara nova para ele. Falar sobre váaaaarias coisas além de treino e dieta. Estou repetitiva, eu sei! Mas ano que vem vai sair! =D
  
Este ano foi muito positivo para mim. Eliminei os quilinhos extras e segui firme na academia. Mas acho que já deu o que tinha que dá. Estou doida para que acabe e chegue logo janeiro para eu entrar de férias. Ai como eu amo tirar férias no verão. Acho tudo de bom!!!

O peso aqui parou na casa dos 71-72kg. Minha meta para dezembro era chegar nos 69kg. Está muito difícil! Quando chego nesse peso me permito comer mais, furar a dieta, tomar uma cervejinha.... Aí o que acontece? Fico estacionada! Mas parei com a palhaçada!!! Correndo atrás do prejú em 3..2..1

Na semana do Natal eu volto aqui para contar como me saí. Torçam por mim! Beijokassss