21/05/2013

Todas as formas de amor...

Oi gentem, bom dia!

O post de hoje fiz pensando naquela pessoa que está solteira e carente, doida para encontrar a "outra metade da laranja". Sei que a maioria das pessoas que acessam o blog são casadas ou namoram, mas estou intrigada por escrever sobre isso porque tenho amigas que veem a solteirisse como um problema. Elas não relaxam e sempre que conhecem alguém depositam toda (ou nenhuma) expectativa sobre aquela pessoa e, no final, terminam frustradas!

Tenho uma amiga que já passou dos 30, nunca namorou e vive reclamando que não conhece ninguém interessante. Tenho outra que namora há 10 anos e que diz que está preparada para levar um chute na bunda a qualquer momento ou ser trocada por uma menina mais bonitinha. Também tem a que terminou com o namorado, mas que há um ano fica no flashback por achar que não encontrará ninguém melhor. Ah..tem ainda aquela que engata um namoro no outro por não suportar a ideia de ficar sozinha e tantas outras que vivem reclamando que está faltando homem no mercado.

Eu não sou parâmetro para ninguém, mas não vejo problema algum na solteirisse. Casei muito nova, tive filho aos 22 anos e vive muita coisa preconcemente. Hoje, já uma mulher, independente, não tenho a menor vocação de ficar atrás da minha "cara metade". Adoro ser solteira e ter todo tempo do mundo para ser dedicado a mim. Mas não estou fechada para relacionamentos. Adoro me apaixonar! Tudo que é feito com paixão é mais gostoso! (até estou xonadinha no momento..rs)

Acho que a vida é feita de momentos. Se você ainda não encontrou aquele cara bacana, que você acredita que é com ele que vai dividir o resto da sua vida, é preferível ficar "disponível", curtir os amigos e a vida que uma hora ele aparece. Acredito que para ser feliz, em primeiro lugar, a pessoa tem que se amar e se curtir muito. Como você pode ser amada por uma pessoa se nem você se suporta?! Nós somos responsáveis pela nossa felicidade. Quando nos damos conta disso, é mais fácil fazer alguém feliz também!

Aceitar alguém de qualquer forma só para não ficar sozinha é tolice. Gastamos uma energia que não temos, com alguém que não merece. O pior é que sabemos disso e, ainda assim, insistimos em "tentar", naquela ideia de que "vai que dá certo?!", "vou conseguir mudá-lo!", "Vou colocar na linha!", "Não vou encontrar ninguém melhor" "Eu não vivo sem ele". "Ele é o cara certo pra mim!", e tantas outras desculpas que arrumamos ao invés de "praticar o desapego". Minhas amigas falam que sou desapegada e racional demais. Quando eu acho que não me merece ou que estou perdendo o meu tempo, eu deleto e pronto! E ainda faço uso da psicologia reversa para manter o cara bem longe de mim! Odeio relacionamentos passionais!

Pra mim, o verdadeiro ditado é o "Quem não me ama, não me merece". E neste caso, quando me refiro a amor, me refiro a atitudes. Falar "eu te amo" é fácil demais. Não aceite menos do que aquilo que você acha que merece.

Escolha alguém para amar..se vai durar um dia ou a vida toda, só o tempo dirá! É preferível viver um relacionamento curto e intenso a um duradouro e sofrível! 



Essa é a minha opinião...

Beijos


Um comentário:

  1. Eu engato um namoro no outro p não ficar sozinha...mas já estou revendo isso..talvez precise de um tempo comigo. Não me dou bem c a solterisse não amiga..nem c casamento, rssss. So fico no namoro, kkk.
    Bjbj.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho! =)