10/03/2011

Notícias da Zoropa...

Olá meninas, tudo bem com vcs? Por aqui está tudo bem, apesar da saudade imensa que estou sentido do filhote. Mas não vou escrever sobre isso senão vou chorar rios de lágrimas (como acontece sempre que falo dele).

Então, cheguei em Lisboa no sábado passado e só agora consegui dá uma parada para atualizar o blog. No sábado cheguei aqui exausta. descansei um pouco depois fui dar umas voltas pelo bairro com minha mãe e o Love. fomos no shopping e a noite saímos para conhecer o Bairro Alto, que é um local cheio de barzinhos. Muito mesmo. Gostei bastante de lá. Dá gente de todo lugar. E muitos brasileiros. Eram tantos que acabei entrevistando várias pessoas lá. A cerveja lá é muito barata. Um euro a longneck. Por isso que quem vive aqui bebe tanto.

Mais barato ainda são as compras no supermercado. Enquanto aí no Brasil, umas comprinhas de nada no supermercado custam os olhos da cara, aqui o dinheiro rende. Uma caixa com 10 long neck, por exemplo, não sai por mais de 3,5 euros. E não é só a cerveja. Tudo é mais barato. fiquei besta de passar as compras no caixa do supermercado,pagar menos de 7 euros e sair com as sacolas cheias. E quem vive aqui diz que já foi bem melhor.  Já para comer fora, os preços são semelhantes aos nossos. Mas, baratos para quem recebe em euro.

Outra coisa que tenho notado é que os portugueses não são bem recepetivos com nós, brasileiros. Pelo que me disseram acham que todos os brasileiros são imigrantes clandestinos.No shopping levei um toco de uma portuguesa grossa que depois disso fiquei mais "esperta" e passei a observar melhor. As portuguesas não gostam mesmo da gente. Acham que somos mulheres fáceis e q viemos para cá para pegar seus homens. Eita povinho bronco.

Já conheci Belem, que por sinal é bem interessante. Tirei fotos do Mosteiro dos Jerônimos, da Torre de Belém e do Monumento das Descobertas. Uma arquitetura antiga e muito bonita. E, claro, dos famosos pastéis de Belém. Gostosinho por sinal. A aparencia deles é engraçada, me lembrou a nossa empadinha..rssrsrs



Também já conheci Vasco da Gama. Lá, é um região mais moderna. O movimento é grande e as coisas mais carinhas. É bem turistico lá, mas n tanto como Belém. Tem até teleféricos sobre o Rio Tejo. Fiquei pouco tempo lá porque estava com o pé machucado e não estava afim de andar mto.


Gentem, como havia falado, os planos da viagem realmente mudou. Eu e o Love acabamos seguindo para Paris no lugar de Barcelona. E olha, Paris superou todas as minhas expectativas. Ficamos num hotel muito aconchegante, super bem localizado, próximo ao Arco do Triunfo, a Champs Elysés e a poucos minutos da Torre Eiffel. Ficamos apenas dois dias na cidade, mas deu para conhecer bastante coisa.

Pegamos o ônibus de turismo e rodamos pelos principais pontos do centro de Paris, como os museus do Louvre, Orsay, a Torre, Arco do Triunfo e tantos outros lugares. E o melhor, com tradução de toda a historia da cidade em Portugues. Além disso, podemos descer nos pontos e pegar outros onibus para seguir viagem. O ticket vale por dois dias. Massa né? Ah, também fomos num restaurante e comemos um prato tipico frances, com entrée, plat principal e dessert. Lembrei das minhas aulas de francês. kkkk

O lugar é tão lindo que fiquei abestada e acabei torcendo o pé logo no inicio do tour. Eu mereço uma coisa dessas? Acho que ninguém merece, né?. Na hora pensei que teria que interromper o passeio e ir para o médico, mas a dor foi passando e decidi continuar com o tour. Rodamos o dia td..andamos muitooo. Quando cheguei no hotel e tirei a bota vi q o pé estava um pouco inchado. E dolorido. Magoou o nervo. Foi o mesmo pé que já torci e precisei ficar 30 dias de muleta. Mas, nada que me impediria voltar a torre e ver Paris lá do alto.


Pois bem, no outro dia já acordei com o pé e as pernas doloridas. Já não sabia identificar o que, nem onde doía. Mas o pé continuava inchado para o meu tormendo. No dia seguinte voltamos para Lisboa. E cá estamos, ainda vamos conhecer Fátima, Cascais, Sintra e o que der. Depois o Love volta e eu sigo para Munique. De lá, voltarei para Paris. Eu e minha amiga vamos a Versailles. Iremos no Louvre, Orsay, Sacre Ecouer, Moulan Rouge. Como já conhecemos mais ou menos a cidade, poderemos fazer passeios mais longos. Só espero que o pé melhore logo.

Gentem, ainda não me acostumei com o tempero daqui. É bem forte e causa um "desaranjo" no estômago. Na França até que foi tranquilo, mas aqui em portugal, n sei  o que acontece. É comer para escutar o estomago gritar. Olha, não to seguindo RA, quer dizer, tenho comido normal e de tudo, inclusive doces. Essa noite até sonhei que tinha voltado para o Brasil pesando 75,8kg. Creeeeedo. kkkkk

No mais é isso, assim que der venho atualizar o blog e as visitas. A internet aqui é disputadissima. rsrsrs




Beijossssssss


      







 

02/03/2011

“Diário de uma Concurseira Viajante”

Olá meninas. Que saudade de vcs. Muito obrigada pelo carinho e apoio de sempre. Olha, é com tristeza que venho aqui dizer que não consegui chegar na minha meta de 71kg antes de embarcar (snif). Segunda-feira, depois que escrevi o post, bateu uma compulsão incontrolável. Não conseguia parar de comer. Comi, comi, comi e comi mais um pouco. Na terça consegui controlar melhor, mas a ansiosidade ainda era grande. Na verdade ainda é grande. Sobrou até para as unhas, coitadas! rs
Mas como segunda-feira há mto tempo não me sentia. Foi ali que entendi o que é compulsão alimentar. É uma vontade incontrolável. Vc come e parece que não comeu nada. O estomâgo ronca. Credo! E saber que estava passando por aquilo era uma sensação péssima! Quero ter mais isso não. No final do dia fui contar quantas calorias tinha ingerido. Fiquei boba: quase 1.500. Isso porque me contive a “matar a fome” com coisas saudáveis.
Nessa viagem não quero me comprometer com nada em relação a manter o peso, mto menos emagrecer. Estipular metas para quando voltar. Nada disso. Vou sair da RA. Vou viver tudo que puder e Deus me permitir. Claro que n estou pensando em me entupir de tanto comer. Mas não vou ficar contando calorias, nem dispensar nada! Mesmo correndo o risco de voltar 10 quilos mais gorda!
Meio radical neh? Mas n quero ficar deixando de ir em certos lugares para evitar jacar. Ficar sem beber. Vou beber sim. Ainda mais no frio. O vinho que me aguarde. Deixo essas coisas para quando eu voltar. Quero viver aquilo intensamente. Quando eu voltar corro atrás do prejuízo. Pretendo manter minhas barrinhas de cereal na bolsa sempre. Mas, sei lá. Sem promessas para não me frustrar depois. Vou em busca de aventuras. Se fosse para emagrecer iria para um SPA, n é verdade? Kkkkkkkkkkkkkk
Ai gente, desculpem-me se decepciono vcs dizendo essas coisas. Mas aqui eu digo a minha verdade. Claro que me sinto péssima em pensar que voltarei mais gorda. Mas lá encontrarei meu equilíbrio. Espero que continue na vibe da lei da compensação, mas já adianto que nos próximos dias aqui não estará a “Concurseira em RA”. A “Concurseira Viajante” é que vai assumir o blog interinamente. kkkk
Ainda volto aqui antes da viagem!
Pesinho de hoje: 72,7kg
Beijossssss